fbpx

Negócios Imobiliários, do Analógico ao Digital

Por Sergio Junger

Tempos difíceis, tempos modernos, essa é a máxima na vida do Corretor de Imóveis. Ser digital e atender o analógico, assim, a humanidade vem caminhando através dos tempos.

Sabemos da necessidade da evolução natural das coisas, mas a evolução do digital na carreira profissional do Corretor de Imóveis não é uma escolha, mas sim uma necessidade, entretanto, ainda vemos muitos colegas no analógico.

Leia também: As voltas que o mundo dá

Quando digo no analógico, lembro bem daqueles relógios que dávamos corda e quando tinha problema, era a troca da engrenagem. Belos relógios produzidos pelos Suíços, mas os Japoneses desenvolveram uma “casca” do relógio analógico, porém, a parte de dentro totalmente digital.

Nesta analogia, quero enfatizar em nossa profissão, no qual temos que ser Digital, entretanto, o atendimento analógico ainda se faz necessário, pois temos alguns potenciais clientes que querem aquele atendimento “frente a frente”, atendimento personalizado, esse não podemos desprezar.

Baixe gratuitamente: Guia de Como a tecnologia pode te ajudar em tempos de Coronavírus

Desta forma, estar preparado é atender com tecnologia de forma humanizada, porque como Corretor de Imóveis, nada substituirá o contato físico, as ferramentas tecnológicas são indispensáveis, pois traz rapidez, facilidade e comodidade na negociação, por isso as usamos, como o aplicativo HOMER, que é um enorme facilitador em nossas parcerias.


Sergio Junger
Corretor de Imóveis, Realtor®️, Gestor do Mercado Imobiliário e especialista do Marketing Digital


Quer encontrar uma rede de milhares de corretores e fechar parcerias com total segurança? Experimente o Homer. É 100% gratuito, não tem pegadinha nem mensalidade. Sabe o melhor? Fechando toda a parceria dentro do Homer, nós garantimos a comissão caso o seu parceiro não lhe pague. Baixe agora clicando aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *