fbpx

Descritivo do imóvel é importante?

vinicius-capella-trevisan-homer-parcerias-remax

O marketing de um imóvel envolve vários aspectos. Dentre eles, a precificação, as fotos, tour virtual e, também, o descritivo do imóvel, que muitas vezes é negligenciado pelos corretores. Mas, será que é realmente importante? E como posso me diferenciar nos meus descritivos? Quando vemos um anúncio de um imóvel, seja ele em um portal, site ou rede social, normalmente vemos as informações básicas do imóvel, certo? Por exemplo, vou colocar abaixo 2 anúncios de imóveis nos dois principais portais:

Vamos analisar esses anúncios. Os principais dados do imóvel estão visíveis, ou seja, a metragem, quantidade de quartos, número de vagas, valor de condomínio e o preço. Esses são os dados básicos, e de fato são os principais e mais importantes. Mas, o que mais então podemos colocar em um descritivo de um imóvel? Cada imóvel tem uma história, um perfil e características únicas que o distinguem dos outros. Então, precisamos descobrir essas características e as destacar em nossos descritivos. Agora, imagine que estamos anunciando um carro ao invés de um imóvel. Compare esses dois textos e veja qual lhe parece mais agradável…

Vende-se Honda Civic 2019!
Vamos imaginar que é o anúncio de um Honda Civic 2019.

                      

Vende-se Honda Civic
4 portas
Motor 1.5 Turbo
Versão Touring
Zero Km
Automático
Todos os opcionais
Porta malas grande
Venha conhecer.
Apaixone-se pela décima geração de um carro amado por todos. Com visual futurista, o novo Honda Civic é o carro perfeito para quem busca o conforto e praticidade de um carro para família mas não abre mão de uma certa esportividade. Com motor 1.5 Turbo de 177cv e porta malas de 519 litros, o civic 2019 é o carro ideal para você. Com o Downsizing do motor, o civic passa a ser mais econômico, sendo uma ótima opção para ser usado no dia a dia.

Qual destes dois te deu mais vontade de comprar o carro? O segundo lhe parece mais atrativo?

As informações do primeiro são relevantes e importantes, mas com certeza são informações que o cliente já sabe ou já viu no anúncio. Mas, no segundo descritivo, temos algo a mais. O segundo anúncio nos faz imaginar situações e utilidades para esse carro, além de nos dar informações extras. Da mesma forma com os imóveis, devemos destacar as qualidades dele, os diferenciais, fazendo com que os leitores do anúncio se imaginem neste imóvel.

Mas, como posso saber quais pontos destacar?

Quem você acha que é a melhor pessoa para contar a história ou o benefício de um imóvel ou condomínio? Sem a menor dúvida, são os proprietários que vivem lá. Então, será que devo pedir para eles escreverem o texto? De jeito nenhum – esse trabalho é seu! Mas, podemos fazer algumas perguntas para que eles nos contem um pouco sobre como é viver naquele lugar. Com isso, você terá informações suficientes para escrever seu texto e destacar seu imóvel, saindo da média do mercado. Você pode perguntar coisas como:

• O que você mais gosta aqui?

• O que te fez comprar esse imóvel?

• Quando você se mudar, o que vai mais sentir falta?

• Como é a vizinhança?

• O que tem aqui perto que você mais gosta?

Perguntas como essas te ajudam a conhecer aspectos que, de certa forma, são intangíveis. Aspectos de quem passou boa parte do tempo dentro deste imóvel ou condomínio. E essas informações intangíveis irão fazer os compradores se imaginarem nesse imóvel e, também, vivendo as experiências que você destacar no texto. Não subestime o poder de um texto, ele pode fazer com que sua captação se destaque e conquiste a atenção dos potenciais clientes. Mas existe algo que podemos seguir para criar um descritivo diferenciado.

Storytelling

Você sabe o que é storytelling? É a capacidade de contar uma história de maneira poderosa e lógica, usando técnicas de escrita que fazem os leitores pensar, raciocinar e criar em suas mentes as suas próprias visões, ideias e experiências. Uma boa história deve ter, obrigatoriamente, uma boa narrativa, seguindo uma ordem lógica, seguindo um caminho, por assim dizer. Portanto, antes de criar seu próximo texto descritivo, pesquise um pouco sobre isso e tente criar uma narrativa para seu imóvel – destaque a história dele.

Veja também: Usando o storytelling para vender imóveis 

Pense também em quem é o possível comprador de seu imóvel, imagine como essa pessoa se comunica e tente criar uma linguagem que combine com estes clientes. Por exemplo, se você acredita que seu público é mais jovem, destaque fatores que poderiam chamar a atenção deles, além de usar uma linguagem similar a deles, mas sem exageros. Utilize técnicas para fazer as pessoas pensarem e criarem imagens mentais, usando palavras que as direcionam a isso, como “imagine” ou “pense”. Assim, seus textos terão vida própria.

Baixe agora: Guia básico de marketing digital para corretores

Busque se distanciar do básico, afinal, de quem faz o básico o mercado está cheio. Quanto mais você se diferenciar em todos os aspectos de seu negócio, mais produtivo e rentável você será. Vale lembrar que o descritivo é apenas um ponto que devemos aprimorar, mas com certeza ele pode fazer seu imóvel se destacar, assim como você irá se destacar como profissional.


Quer encontrar uma rede de milhares de corretores e fechar parcerias com total segurança? Experimente o Homer. É 100% gratuito, não tem pegadinha nem mensalidade. Sabe o melhor? Fechando toda a parceria dentro do Homer, nós garantimos a comissão caso o seu parceiro não lhe pague. Baixe agora clicando aqui!

Vinicius Capella é empreendedor com interesse pelas transformações do mercado imobiliário e desenvolvimento dos profissionais da área. Palestrante atuante nos eventos da RE/MAX Brasil. Broker e sócio na RE/MAX, Capella é nosso colunista convidado às terças feiras no Blog Homer.

Quer ler mais textos do Vinicius Capella? Você pode encontrá-lo através das redes sociais pelo Instagram, Linkedin ou Facebook!