8 milhões querem comprar casa

homer-parcerias-imobiliarias

A casa própria continua sendo o maior sonho da classe média brasileira, mas um dos principais objetivos de quem planeja comprar um imóvel não é fugir do aluguel e sim do resto da família. Uma pesquisa nacional realizada pelo Instituto Data Popular mostra que, embora menos de 18% dessa faixa da população pague aluguel, 7,9 milhões de famílias com renda mensal entre R$ 1.110 e R$ 3.875 planejam comprar sua casa própria nos próximos dois anos, conforme antecipou o colunista Ancelmo Gois na edição de hoje do jornal O GLOBO.

O número representa 25% das 31,4 milhões de famílias que compõem essa fatia da população, ou seja, é maior do que a parcela que paga aluguel. No último levantamento, realizado em 2009, o imóvel aparecia nos planos de apenas dois milhões de pessoas.

– O problema não é fugir do aluguel, mas criar um patrimônio, dar uma segurança para a família, e principalmente ser dono do próprio nariz, já que muitos são casados e vivem com os pais ou sogros. O ditado ‘quem casa quer casa’, nunca foi tão verdadeiro – diz Renato Meirelles, diretor do instituto.

A classe média, já responde por 54% dos domícilios brasileiros e ganha mais 1,2 milhão de famílias a cada ano, seja por ascensão social ou por novos casamentos.

Segundo Meirelles, esse salto no número daqueles que pretendem comprar um imóvel foi influenciado pelo programa Minha Casa, Minha Vida, ainda que nem todas as aquisições venham a ser realizadas por meio dessa modalidade de financiamento.

– O Minha Casa, Minha Vida mostrou para essa classe média que o sonho da casa própria é possível. Acho que esse número de 7,9 milhões muito alto. Se 30% disso se realizar já será muita coisa – diz Meirelles.

O número resultante da pesquisa reflete o otimismo do brasileiro com o ganho de renda dos últimos anos. Basta ver que, desde sua criação, em 2009, o Minha Casa Minha Vida financiou 1,33 milhão de imóveis. Se incluídas também as unidades que são quase integralmente subsidiadas com recursos do setor público, o número sobe para 2,36 milhões.

Das famílias que planejam comprar imóvel, 80% pretendem recorrer ao financiamento habitacional e as outras dizem que vão pagar à vista ou por meio de consórcio.

O Data Popular tomou por base dados Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do IBGE, mostra que 75% da classe média mora em imóvel próprio e 7% em residências cedidas. Na comparação por regiões, o Nordeste é onde há o maior percentual de famílias com residência própria, 80%, e o Centro Oeste, o menor, 62%.

O critério de renda para definição de classe média foi o mesmo usado pela Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. Por esse indicador, a famílias com renda média mensal de até R$ 1.109 são consideradas classe baixa e aquelas com ganho mensal a partir de R$ 3.876 pertencem à classe alta.

Fonte: O Globo, Karine Tavares

Quer encontrar uma rede de milhares de corretores e fechar parcerias com total segurança? Experimente o Homer. É 100% gratuito, não tem pegadinha nem mensalidade. Sabe o melhor? Fechando toda a parceria dentro do Homer, garantimos a comissão caso o seu parceiro não lhe pague. Baixe agora clicando aqui!